Com 63 PMs mortos e 4.500 infectados, comandante-geral pede prioridade na imunização de militares

O comandante-geral da Polícia Militar da Bahia (PMBA), coronel Paulo Coutinho, pediu a prioridade na imunização dos policias militares contra o coronavírus.

Segundo Coutinho, 63 militares já perderam a vida e 4500 já foram infectados com o vírus. A informação foi dada na tarde desta segunda-feira (8), durante entrevista ao programa Balanço Geral, na RecordTV Itapoan.

Eu não tenho dúvida [sobre prioridade na vacina] e essa é a intenção do governador do Estado, que já se pronunciou. Nós esperamos que isso chegue logo para nossa instituição, até porque nós vivemos em duas frentes: fazer a segurança pública e o autocuidado diante do vírus […] Não tenho dúvida que em breve nós estaremos imunizados”, afirmou.

Na oportunidade, o prefeito Bruno Reis, que também participava do programa, afirmou que a lista de prioridade é definida pelo governo federal, mas que cobra a inclusão dos trabalhadores de segurança pública e do transporte público, que são vitais durante à pandemia.

“Defendo e apoio, inclusive, protocolamos ofícios, estivemos em Brasília no Ministério da Saúde pedindo a vinda dessas categorias para a primeira fase porque estão na linha de frente e precisam estar protegidas”.

*Bnews