Fábio Vilas-Boas destaca estrutura montada pela Bahia para vacinação

Foto: divulgação/ Sesab

Após três meses do início da vacinação contra a Covid-19, em 19 de janeiro, a Bahia aplicou mais de 2 milhões de primeiras doses, utilizando 90,6% do imunizante recebido do Ministério da Saúde. Para a segunda dose, o estado tem execução de 50,7%, segundo o painel que monitora a vacinação no estado.

“Conseguimos posicionar a Bahia e os 417 municípios entre aqueles que mais vacinaram em todo o país. Isso só foi foi possivel graças ao planejamento antecipado no investimento que foi feito na aquisição de seringas”, afirmou o secretário de Saúde, Fábio Vilas-Boas.

“Em dezembro do ano passado adquirimos 19,8 milhões de seringas e agulhas e já no mês seguinte tínhamos disponíveis 10 milhões para iniciar a imunização, só aguardando a chegada das vacinas. Essa era uma realidade completamente diferente dos outros estados, que não se planejaram adequadamente e não tinham estoque”, afirma Vilas-Boas.

O secretário destacou que já há resultados fruto da vacinação mais célere, como uma queda sustentada do número de solicitações de internamento de idosos acima de 70 anos, fruto da vacinação (vide gráfico).

A Bahia distribui os imunobiológicos para os 417 municípios em até 24 horas, a partir da utilização de aviões, helicópteros, caminhões e caminhonetes. O secretário ressaltou que o governador Rui Costa “colocou à disposição da Saúde, recursos humanos, financeiros e equipamentos, com o objetivo de salvar vidas”. Rui também busca viabilizar a importação de vacinas do tipo Sputnik V,completou.

Foto: divulgação Sesab
Foto: divulgação Sesab
*Bahia.Ba