‘A minha vontade pessoal é ficar até o 31 de dezembro de 2022 entregando projetos’, diz Rui Costa sobre possível candidatura em 2022

‘A minha vontade pessoal é ficar até o 31 de dezembro de 2022 entregando projetos’, diz Rui Costa sobre possível candidatura em 2022
Foto: Reprodução

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), declarou em entrevista na Rádio Metropole, que deseja seguir em seu mandato até o fim, em dezembro de 2022, e disse não ter definições sobre sua participação nas eleições de 2022. “Minha vontade pessoal é ficar até o 31 de dezembro de 2022 entregando projetos”, disse.

O governador, no entanto, afirmou que não existe definição concreta e que a decisão não será individual. “Faço política de forma coletiva, vou conversar com meu grupo para saber qual é o melhor papel para mim neste ano de 2022”, afirmou.

Questionado por Mário Kertész sobre como lida com o aspecto político do papel de governador, Rui afirmou que existe um lado ruim. “A política do toma lá dá cá, de vir pro meu gabinete pedir pra demitir merendeira de escola para o político A ou B indicar me corta o coração. É o pior lado da política. Essa política eu não gosto, não tenho paciência”, disse o gestor.

O governador ainda analisou possibilidades de futuro. “O Brasil não aguenta mais quatro anos desse jeito. Eu sonho com um Brasil parecido com países da Europa onde as pessoas possam ser o que quiserem ser, tenham oportunidades. A política que eu gosto é cuidar das pessoas”, disse.

Rui Costa ainda afirmou que só se dedicará a articulações políticas para as próximas eleições a partir de janeiro. “Depois de uns dias de descanso, eu vou começar a conversar sobre qual Bahia que a gente quer, quem vai compor a nossa chapa. Estarei disponível para ajudar essa chapa e estarei disponível para ajudar essa chapa”, afirmou. O gestor destacou, também, a importância da Bahia no cenário nacional. “Quero que a Bahia se alinhe ao projeto nacional de elegermos esse presidente, que eu desejo que seja o presidente Lula”, afirmou.

Fonte: Metro1