Conselho Federal aprova por unanimidade contas da OAB-BA de 2020

Foto: reprodução

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) aprovou as contas de 2020 da seccional baiana. A OAB da Bahia foi a primeira do  Brasil a ter os balanços financeiros de 2020 analisados e aprovados pela OAB Nacional, conforme destacado pelo conselheiro federal Antônio Fabricio, de Minas Gerais. O processo teve como relator o conselheiro federal pelo Amapá Felipe Sarmento.

De acordo com o presidente da OAB da Bahia, Fabrício Castro, esse feito revela o compromisso com uma gestão austera, transparente, eficiente e que, a todo instante, buscou investir os recursos das anuidades em benefício da classe. Para Hermes Hilarião, diretor tesoureiro da Seccional, a aprovação das contas é fruto de um trabalho conjunto de toda a Diretoria, Subseções e Conselho Pleno. “Esse trabalho permitiu que continuássemos investindo em melhorias para a seccional, a exemplo das obras em Eunápolis, Lauro de Freitas, Juazeiro e Cruz das Almas. Sem falar que atendemos todos os pedidos de salas em toda a Bahia, fazendo intervenção e instalação em quase 50 salas”, destacou.

O tesoureiro da OAB Nacional, José Augusto Araújo de Noronha, parabenizou a OAB da Bahia pela eficiência e destacou que o Conselho Federal tem feito um trabalho cada vez mais focado nas melhorias das análises. “O Provimento 185 veio para revolucionar e melhorar todos os índices de análises e integridade dos sistemas. Ele é tido como a Lei de Responsabilidade Fiscal da OAB. E a OAB da Bahia, atenta aos princípios do provimento, já conseguiu em tempo absolutamente recorde aprovar as contas de 2020”, disse.

Ainda de acordo com Noronha, essas ações são de suma importância para dar transparência e controle para aplicação dos recursos da advocacia. “Fizemos um trabalho muito grande para ter um sistema mais rígido, austero, mas que principalmente pudesse orientar os tesoureiros na prestação de contas”, concluiu.

Fonte: Bahia Notícias