Hospital suspende atendimento após mais de 20 funcionários contraírem sarampo

O Hospital Amaral Carvalho, na cidade de Jaú, no interior de São Paulo, suspendeu os atendimentos e procedimentos eletivos (não urgentes) depois de 23 funcionários apresentarem sintomas de sarampo. Um dos casos foi confirmado na segunda (21), o que levou a uma pausa nas atividades pelo menos até o dia 28 de outubro. A informação é da Agência Brasil.

Segundo o hospital, até o momento, nenhum paciente apresentou sintomas da doença. Os sintomas começaram a ser percebidos entre os funcionários na semana passada. Até sexta (18), já havia suspeita de 15 casos.

Os 23 funcionários foram afastados e estão recebendo acompanhamento médico. Além disso, foi feito o bloqueio vacinal em todos os que ainda não haviam tomado a vacina contra doença.

O Hospital Amaral Carvalho, que tem dois mil funcionários, é referência nacional em tratamento contra o câncer e o maior transplantador de medula óssea do Hemisfério Sul.

*M1