Mulher tem couro cabeludo queimado durante procedimento em salão de beleza

Foto: Ilustrativa

Uma mulher, identificada como Mariana Nunes, de 31 anos, teve parte de sua cabeça queimada ao realizar um procedimento capilar em um salão de beleza. O caso aconteceu na cidade de Tatuapé, em São Paulo. A vítima pede R$ 100.000 de indenização.

Em depoimento a uma revista local do estado, Mariana contou que foi ao salão e durante a descoloração do cabelo sofreu queimaduras de 4º grau no couro cabeludo e precisou raspar a cabeça. Ainda no cabeleiro, os profissionais que estavam na hora pediram a uma podóloga para cauterizar no ferimento. Após todo o problema, a vítima pediu o reembolso mas nada aconteceu.

Marina não sabe quais foram os produtos utilizados durante o processo. Ela entrou com uma ação na justiça com o auxilio de uma advogada, identificada como Lygia Morseli para ser indenizada por danos morais. O dono do estabelecimento não se pronunciou sobre o assunto.