INSS: impasse entre peritos e Governo Federal continua e população permanece refém

Falta de servidores, dificuldades com a plataforma digital, pedidos que se acumulam…. As deficiências no atendimento a quem depende da Previdência Social já eram grandes e pioraram durante a pandemia.

Esta semana, a Justiça ordenou que peritos médicos voltassem ao trabalho presencial, depois de seis meses. Enquanto eles resistiam, alegando falta de segurança para trabalhar, milhares de brasileiros passavam necessidade, sem receber benefícios.

Hoje, mais de um 1,6 milhão de pedidos de pensões, aposentadorias e outros benefícios estão na fila do INSS, à espera de liberação. Mas como desatar esse nó e aliviar o sufoco de quem espera uma solução?

Fonte: Fantástico/G1