Acusada de crime, Flordelis gasta R$ 28 mil por mês e segue com passaporte diplomático

 

O gabinete da deputada Flordelis dos Santos de Souza (PSD-RJ) gastou R$ 256.460,73 da cota parlamentar em 2020 e segue ampliando os custos, mesmo após a parlamentar ser acusada formalmente como mandante do assassinato do próprio marido.

Segundo a coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, a equipe de Flordelis tem gasto, em média, R$ 28 mil mensais desde a acusação. Ainda de acordo com a publicação, a deputada conta com 21 funcionários em seu gabinete, sendo que três deles começaram a trabalhar neste mês.

Além da cota parlamentar e dos funcionários, Flordelis, que hoje é obrigada pela Justiça e usar tornozeleira eletrônica, mantém outro privilégio: o passaporte diplomático.

Fonte: BN