“Vai comprar na Venezuela”, diz Bolsonaro a cidadão que reclamou do arroz

O presidente Jair Bolsonaro respondeu de forma ríspida a 1 cidadão que pediu para que baixasse o preço do arroz neste domingo (25.out.2020). Irritado, ironizou que não podia tabelar os valores. “E aí você vai comprar na Venezuela”, disse.

Bolsonaro foi questionado enquanto estava na Feira Permanente do Cruzeiro, localizada próximo a região central de Brasília. O presidente tirou a manhã para andar de motocicleta com 1 grupo de motoqueiros e os ministros Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e Walter Braga Netto (Casa Civil).

O preço do arroz subiu 51,72% no acumulado do ano até outubro. No mesmo período, o IPCA15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15), considerado a prévia da inflação, registrou 2,31% de alta.

Apesar da irritação, Bolsonaro foi bem recebido pelos apoiadores na feira. Antes disso, comeu pamonha e tomou café ao lados dos ministros na Lanchonete & Pamonharia do Lico, localizada no Setor de Postos e Motéis de Brasília.

Sem máscara, provocou aglomeração e cumprimentou e tirou fotos com apoiadores.

Fonte: Poder360