Bolsonaro: Quando for certificada pela Anvisa, compraremos a vacina

 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta quarta-feira (25) que pretende adquirir e distribuir uma vacina contra a Covid-19, assim que for certificada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Vacina, uma vez certificada pela Anvisa, nós compraremos para que a população possa, de forma voluntária e gratuita, receber a aplicação”, declarou ele durante um encontro com investidores promovido pelo Grupo Voto, em São Paulo.

Bolsonaro não mencionou a Coronavac, vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

No fim de outubro, o presidente afirmou, em resposta ao comentário de uma pessoa no Facebook, que a Coronavac não seria comprada pelo governo federal. “Presidente, a China é uma ditadura, não compre essa vacina, por favor. Eu só tenho 17 anos e quero ter um futuro, mas sem interferência da ditadura chinesa”, escreveu o indivíduo. Bolsonaro respondeu: “Não será comprada.”

Dias antes, ele havia afirmado a apoiadores que a vacina “não será obrigatória e ponto final”, e criticou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que defendeu a obrigatoriedade da dose.

Fonte: CNN