Veja fala de Constantino sobre caso Mari Ferrer que gerou demissão na JP

 

O jornalista Rodrigo Constantino afirmou hoje que castigaria a filha — e não denunciaria o agressor para a polícia — se ela fosse vítima de estupro bêbada durante uma live no YouTube em que comentava o caso de Mariana Ferrer. “Se minha filha chegar em casa, e eu dou uma boa educação para que isso não aconteça, mas a gente nunca controla tudo, se ela chegar em casa um dia dizendo ‘pai, fui numa festinha e fui estuprada’, eu vou pedir as circunstâncias”, começa Constantino no discurso.