Brasileiros cruzam fronteira e fazem fila para abastecer na Argentina

Brasileiros cruzam fronteira e fazem fila para abastecer na Argentina
Brasileiros abastecem na Argentina — Foto: Giovani Zanardi/RPC

Brasileiros têm cruzado a Ponte Tancredo Neves e enfrentado fila para abastecer em Porto Iguaçu, na Argentina, e economizar. O município é ligado ao Brasil por Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

De acordo com os consumidores, o combustível é encontrado no país vizinho pela metade do preço. Em um dos postos procurados pelos brasileiros, o litro da gasolina super, que corresponde à aditivada no Brasil, custava o equivalente a R$ 3,10.

Já em Foz do Iguaçu, o preço médio do litro da gasolina é R$ 6,14, segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP).

No Brasil, a gasolina acumula alta de 73,4% em 2021. Foram onze aumentos de janeiro até esta sexta-feira (29).

Para o brasileiro João Ferreira, nem a fila para fazer teste de Covid na aduana argentina e nem tempo de espera na fila o desanimaram a buscar a gasolina mais barata.

A dona de um dos postos de Porto Iguaçu contou que ela mesma precisou começar a atender os clientes por causa da alta demanda.

Com a grande movimentação de brasileiros, a maioria dos postos da cidade argentina aceita pagamento em real.
A alta procura de brasileiros por combustíveis pegou os donos dos postos de surpresa, em Porto Iguaçu.

Em um deles, por exemplo, segundo a gerente, 90% dos clientes nos últimos dias eram brasileiros. Por isso, chegou faltar combustível nas bombas.

O risco de ficar sem combustível fez os argentinos também entrarem na fila. Alguns acabam levando combustível para casa no galão.

Fonte: G1