SP: Sargento é alvo de sindicância após chamar bolsonaristas de “cornos”

Foto: reprodução

O sargento Renanto Kenjiro Tamaki, de 41 anos, é alvo de uma sindicância da Polícia Militar de São Paulo por conta de um vídeo em que aparece chamando manifestantes bolsonaristas de “cornos”. A mensagem foi divulgada antes dos atos do 7 de setembro, convocados pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“No dia 7 de setembro o Brasil vai entrar no Guiness, mano. A maior concentração de corno por metro quadrado do planeta Terra, jamais visto antes. E é facil identificar essa cornaiada aí, eles vão estar tudo lá gritando ‘mito, mito’, o que vão de moto vão estar assim ‘bibibibibi'”, diz o sargento no vídeo.