Supermercados de São Paulo instalam alarmes em peças de carne para evitar furtos

Foto: reprodução

Devido ao aumento do preço da carne e medo de furtos, os açougues dos supermercados de São Paulo estão adotando a prática de entregar as bandejas vazias até que seja efetuado o pagamento no caixa e instalando alarmes nas peças. As informações são do G1.

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) afirma que não há ilegalidade nas práticas da bandeja vazia e do alarme, sendo que as lojas podem fazer isso com produtos considerados muito visados.

Contudo, o instituto ressalta que o cliente tem o direto de ver a carne, ou seja, escolher a peça, esperar que o açougueiro a corte na sua frente e aí receber, no caixa, o mesmo pacote.  O Procon-SP também destacou que as medidas não podem ser discriminatórias.

— Faz parte do direito de escolha do consumidor analisar a peça antes de comprar. Isso é importante que seja respeitado e qualquer limitação nesse sentido não pode ocorrer. Também é importante que o consumidor verifique que o produto entregue é aquele que ele solicitou no momento da compra — afirma Igor Marchetti, representante do Idec.

 Além dos alarmes e bandejas vazias, há relatos de clientes que identificaram equipes de seguranças específicas para o setor de carnes.

*GZH