Suspensão dos cruzeiros será ampliada até 4 de fevereiro, anuncia associação

No dia 3 de janeiro, a Clia Brasil havia anunciado a suspensão das novas operações até o dia 21 deste mês

A Clia Brasil, associação que representa as companhias de navios de cruzeiros no país, anunciou nesta quinta-feira (13) que vai estender a suspensão de novas operações nos portos brasileiros até 4 de fevereiro, em razão do registro de casos de Covid-19 a bordo.

A decisão vem um dia após a Anvisa recomendar ao governo a interrupção definitiva da temporada de navios no país devido ao aumento de registros de Covid, impulsionados pela variante ômicron. No dia 3 de janeiro, a Clia Brasil havia anunciado a suspensão das novas operações até o dia 21 deste mês.

Na nota técnica, a Anvisa afirmou que foram detectados 1.177 casos da Covid entre tripulantes e passageiros de cinco navios de cruzeiros que operaram no Brasil de novembro até a primeira semana de janeiro. Do total de infecções, 1.146 foram confirmadas apenas de 26 de dezembro a 6 de janeiro.

A Clia afirma, em nota, que a decisão de prorrogar a suspensão “tem como objetivo a continuidade das discussões com as autoridades competentes a fim de alinhar as medidas necessárias para a retomada dos cruzeiros”, mas que contrasta com a “evolução positiva nos Estados Unidos, onde as autoridades de saúde reconheceram a eficácia dos protocolos da indústria.”

A associação também afirmou que a temporada de cruzeiros tinha previsão de movimentar mais de 360 mil turistas, com impacto de R$ 1,7 bilhão.