Rui Costa critica política de preços para combustíveis da Petrobras, “Um absurdo”

Preços

Durante o Papo Correria desta terça-feira (9), o governador Rui Costa (PT) fez duras críticas à política de preços para combustíveis praticada pela Petrobras.

As declarações foram em resposta a propagandas realizadas pela empresa que, segundo o gestor, tentam responsabilizar os governos estaduais pelo preço da gasolina.

“Eu estive em algumas reuniões com fundos de investimentos e alguns empresários comentaram que a Petrobras está tirando o couro dos brasileiros. A piada era essa. Porque tendo R$ 80 bilhões de lucro em alguns meses é tirar o couro do povo brasileiro. E ainda faz essa gastança com propaganda para tentar tapar o sol com a peneira”, criticou Rui.

“É um absurdo, um escândalo, um país que produz muito petróleo, que tem um parque de refinarias grande, atrelar a sua política interna de preços ao dólar”, continuou o gestor estadual.

O governador contou casos de sua última viagem à Europa para exemplificar qual política de preços deveria ser seguida pela Petrobras.

“Eu vi no Cazaquistão. Lá, faz muito frio. Chega a fazer 40 graus negativos. Ninguém sobrevive nesse frio se não tiver aquecimento. E você aquece ou com carvão, ou com gás ou com petróleo. Então o preço que o Cazaquistão cobra para seus habitantes é o preço internacional do carvão e do gás? Claro que não! Senão os pobres morreriam todos de frio”, apontou Rui.

“Os países que possuem petróleo não atrelam sua política de preços ao dólar e ao mercado internacional, senão quebra a sua economia. Mas, infelizmente, é a política de preços do atual governo [Bolsonaro] e da Petrobras”, finalizou o governador. *BN