Auxílio Brasil tem novo valor a partir desta quarta-feira (18); veja como calcular o seu benefício

Nessa semana, o Senado aprovou o piso salarial de R$ 400 para o projeto, o que implica dizer que nenhum cadastrado deverá receber menos que essa quantia.

Auxílio Brasil tem novo valor a partir desta quarta-feira (18); veja como calcular o seu benefício

Beneficiários do Auxílio Brasil voltam a ser contemplados. A partir da próxima quarta-feira (18), a Caixa Econômica irá retomar os pagamentos do projeto social. Esse mês, no entanto, é preciso ficar atento aos valores tendo em vista que foi aprovado um piso salarial.

Se você está inscrito no Auxílio Brasil, fique atento. O calendário de pagamentos de maio está prestes a começar e é possível que haja um reajuste na sua mensalidade. Nessa semana, o Senado aprovou o piso salarial de R$ 400 para o projeto, o que implica dizer que nenhum cadastrado deverá receber menos que essa quantia.

Como consultar o valor do Auxílio Brasil?

Para se certificar do pagamento, faça uma consulta pelo aplicativo do programa. Ele está disponível para os celulares IOS e Android, basta seguir as etapas abaixo:

  • Faça o download do aplicativo do Auxílio Brasil;
  • Inicie o acesso inserindo o número do CPF;
  • Em seguida, crie uma senha e conclua o acesso;
  • Após entrar no aplicativo, na tela inicial, clique no botão de consulta dos valores.

Lista dos abonos complementares aprovados para maio:

  • Benefício Primeira Infância: famílias com crianças de até 3 anos recebem o valor de R$ 130;
  • Benefício de Superação da Extrema Pobreza: jovens de 18 a 21 anos incompletos recebem R$ 65, o intuito é o incentivo para que os jovens concluam a escolarização;
  • Benefício Composição Familiar: para famílias que tenham gestantes, ou pessoas de 3 a 17 anos de idade, ou de 18 a 21 anos matriculados na educação básica. O valor do benefício será de R$ 65 por pessoa, no limite de até cinco benefícios por família;
  • Auxílio Esporte Escolar: estudantes de 12 a 17 anos incompletos que se destacam em competições oficiais do sistema de jogos escolares brasileiros e que são de famílias beneficiárias do Auxílio Brasil recebem parcela única de R$ 1 mil ou R$ 100 mensais;
  • Bolsa de Iniciação Científica Júnior: para estudantes com bom desempenho em competições acadêmicas. O valor é de 12 parcelas mensais de R$ 100 ou R$ 1 mil em parcela única;
  • Auxílio Criança Cidadã: para o responsável de criança de até 4 anos incompletos que tenha fonte de renda, mas não consiga vaga em creches públicas ou de rede conveniada. O valor é de R$ 200 para crianças matriculadas em período parcial e R$ 300 em período integral;
  • Auxílio Inclusão Produtiva Rural: destinado para agricultores familiares inscritos no Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal (CadÚnico). O valor recebido deve ser de R$ 200;
  • Auxílio Inclusão Produtiva Urbana: destinado para quem comprovar vínculo de emprego formal. Valor recebido deve ser de R$ 200;
  • Regra de Emancipação: para beneficiários que tiveram aumento de renda per capita ultrapassando o limite para a inclusão no auxílio, estes serão mantidos na folha de pagamento por mais 24 meses.