Ataque com 10 mortos nos EUA foi motivado por ódio racial, diz polícia

Ele usava capacete equipado com câmara para transmitir o seu crime ao vivo pela internet, colete à prova de balas e roupas de tipo militar, segundo as autoridades judiciárias locais e a polícia.
Ataque com 10 mortos nos EUA foi motivado por ódio racial, diz polícia
Policiais de Buffalo, Nova York, isolam cena do tiroteio que matou 10 pessoas – GETTY/Getty

Um jovem de 18 anos que abriu fogo em um mercado na cidade de Buffalo, no estado de Nova York, nos EUA, foi motivado por ódio racial, segundo a polícia. Dez pessoas morreram e outras três pessoas ficaram feridas. Das treze vítimas totais, 11 eram negras e as outras duas eram brancas.

O caso é tratado como crime de ódios pelo FBI e o atirador, que foi preso, agiu por extremismo racista, de acordo com os investigadores.

“Este foi um crime de ódio com motivação racial direta”, disse John Garcia, xerife do condado de Eerie, onde fica a cidade de Buffalo. “Isso foi uma pura maldade”, acrescentou, segundo o The New York Times.

O atirador foi identificado como Payton Genderon, um jovem branco de 18 anos – na internet, ele usava a grafia Gendron. Ele transmitiu o ataque ao vivo pela Twitch, plataforma para transmissão de jogos. “O fato de que isso pode ser postado em uma plataforma é absolutamente chocante. Esses meios de comunicação devem estar mais vigilantes no monitoramento do conteúdo das mídias sociais”, disse a governadora Kathy Hochul.

Em comunicado, a Twitch disse que ficou “devastada” com o ataque e disse que está tomando medidas para impedir o compartilhamento do vídeo. “O usuário foi suspenso indefinidamente de nosso serviço e estamos tomando todas as medidas apropriadas, incluindo o monitoramento de quaisquer contas que retransmitam esse conteúdo”, diz a empresa em nota.

Um manifesto on-line que foi atribuído ao suspeito propaga ideias racistas e xenofóbicas, além de antissemitas. O FBI diz que investiga o documento.

As autoridades dizem que o homem usava equipamento tático e estava fortemente armado. Ele saiu do carro e já atirou em quatro pessoas no estacionamento, matando três delas. Depois, entrou atirando no mercado.

Segundo levantamento do Arquivo de Violência Armada, com 10 mortos esse é o tiroteio em massa mais mortal dos EUA em 2022.

 

Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícias