Ângelo Coronel e Otto votam a favor de marco de saneamento; Wagner rejeita medida

O Senado aprovou, na noite de ontem (24), o marco do saneamento legal do Brasil, que corria no Congresso desde 2018. A votação terminou em 65 votos a favor e 13 contra. Entre os parlamentares que representam a Bahia, 2 foram favoráveis e outro rejeitou o texto.

Ângelo Coronel (PSD) e Otto Alencar (PSD) votaram a favor da medida. Jaques Wagner (PT) foi o único senador do estado a não apoiar o marco, que abriu caminho para que a iniciativa privada tenha maior participação no setor do saneamento básico.

*M1