Eduardo Cunha é alvo de buscas em operação sobre propina para baixar impostos

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, está entre os alvos de uma operação deflagrada pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) nessa quarta-feira (3). O órgão cumpre 20 mandados de busca e apreensão contra um esquema de propina para baixar impostos de combustíveis da aviação em Brasília.

Segundo informações do G1 DF, a operação é cumprida pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do MPDFT, com apoio da Polícia Civil. Além do Distrito Federal, outros mandados são cumpridos em Goiás, Espírito Santo, São Paulo e Rio de Janeiro. Outro alvo é o ex-vice-governador da capital federal, Tadeu Filippelli.

De acordo com a publicação, a investigação se refere a crimes ocorridos entre 2012 e 2014, quando Cunha ocupava o posto de deputado federal. Ele e Filippelli teriam recebido propina para alterar uma lei distrital e, com isso, reduzir a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do querosene da aviação.

*BN