Defesa Civil ainda não liberou o funcionamento de algumas empresas, “90 dias é um tempo muito grande”

O atraso para liberação do funcionamento de algumas empresas por parte da Defesa Civil tem causado alguns problemas para os empresários que pensam em abrir um negócio e/ou investir, melhorar suas empresas. Na noite de ontem (29) aconteceu uma reunião em busca de resolver essa questão, conforme disse Ailton Andrade, delegado do Conselho Regional de Contabilidade de Santo Antônio de Jesus. Segundo ele, o prazo para liberação da Defesa Civil é cerca de 60 a 90 dias, tempo suficiente para complicar a situação dos empresários e empresas de contabilidade. “Não temos um diagnóstico do motivo para atrasar tanto, quando chega na Defesa Civil demora muito, depois de muita insistência que é liberado”, pontuou. Ele explicou que a Defesa Civil tem o papel de observar o espaço, o imóvel na questão da segurança do patrimônio e da vida, “a gente não quer que libere de qualquer jeito, mas que haja agilidade porque 90 dias é um tempo muito grande. A Secretaria da Fazenda tem cumprido seu papel, acredito que no máximo em 10 dias uma empresa deveria estar concluída”, ressaltou. No mês de novembro de 2015 foi realizada uma reunião com o coordenador, prefeito, presidente da junta comercial, representantes das entidades empresariais da cidade, entre outros, na qual, o prefeito deu o prazo de 60 dias para tudo ser resolvido, “isso foi em novembro e até hoje esta demanda continua sem ser sancionada. A gente vai novamente procurar o prefeito para que ele nos apresente uma solução quanto a isso porque depende da prefeitura para que veja o que está acontecendo com a Defesa Civil para que ela possa resolver os processos com agilidade, pois o município também será beneficiado com isso”, salientou.

 

Jéssica Oliveira/Blog do Valente