SAJ: Dr. Christian e motociclista apresentam suas versões sobre acidente que se envolveram; ambos dizem não ter culpa

Dia 5 de julho, por volta das 19h30, Dr. Christian Ferraz se envolveu em um acidente com um motociclista na Praça Padre Mateus, em Santo Antônio de Jesus. Nenhum dos envolvidos teve ferimentos graves.

Em entrevista ao Programa do Valente nesta segunda-feira (13), o médico falou pela primeira vez publicamente sobre o assunto. “Eu transitava pela Praça Padre Mateus com um amigo no carro. Estava com o carro parado, manobrei, saí de ré em baixíssima velocidade, olhei a rua que vem das Quatro Esquinas, olhei na direção contrária e atravessei meu carro, meu carro grande, uma Ranger. Aí meu carro foi atropelado por uma moto que vinha nesse sentido da Praça. Meu carro foi açoitado pela batida na lateral do carona”, detalhou.

De acordo com o médico, o momento foi de grande susto, mas, imediatamente, como médico, ele foi socorrer as vítimas, que era um casal. “O rapaz estava um pouco desorientado pela pancada e, logicamente, como médico, fui avaliar as questões de lesão corporal. Ele tinha um sangramento nasal, o punho esquerdo começando a inchar, e ele não tinha nenhum sinal de lesão central. A principio, ele não tinha trauma craniano, nem trauma cervical. Não tinha sinal nenhum  de trauma nas partes inferiores”, acrescentou.

Ele disse que após prestar os primeiros socorros, levou o rapaz para o HRSAJ e ficou lá dando apoio. “Independente da culpa, eu fiquei lá. Eu sabia que a culpa não era minha, pois estava transitando na Praça em baixa velocidade e a moto veio e bateu em minha lateral”, reafirmou.

O rapaz passou por uma cirurgia no punho e teve um trauma facial com a perda de alguns dentes. As fotos com o rosto do homem machucado têm circulado nas redes sociais, e o médico disse que isso tem ajudado a distorcer os fatos. Segundo ele, pessoas que estão se aproveitando da situação passaram a influenciar as vítimas do acidente. “Estou aqui para ajudar qualquer cidadão, mas transformar um acidente em ameaça política, eu não vou aceitar, pois sou um indivíduo ético e honesto. Nasci de mãos limpas e morro de mãos limpas. Eu não devo nada e as câmeras provam. Eu não atropelei ninguém, atropelaram meu carro”, frisou.

Dr. Christian disse também que o rapaz não tem culpa, pois acidentes acontecem, mas que estará judicializando as pessoas que divulgaram os fatos distorcidos nas redes sociais. “Quem colocou vai ter de me indenizar para eu mostrar como se faz”, declarou.

O rapaz envolvido no acidente é Edson Fernandes Rocha. Em exclusiva ao Blog do Valente, ele contou sua versão dos fatos. Ele disse que Dr. Christian não parou na parada obrigatória. “Do jeito que ele veio, passou com tudo. Nessa que ele passou, eu colidi com ele”, relatou.

O rapaz disse que somente após o desespero da namorada, Dr. Christian saiu do carro informando que era médico. “Ele tirou meu capacete, que não pode tirar, me colocou no carro dele e pediu para ligar para algum familiar”, acrescentou. Segundo Edson, o médico assumiu que estava errado em conversa com seus familiares.

Edson não é o dono da moto envolvida no acidente, mas segundo ele, Dr. Christian garantiu que pagaria o conserto da moto e até daria outra ao dono. “Ele, realmente, me deu assistência no hospital, examinou minha namorada, mas no outro dia que fui entrar em contato, ele me tratou com uma ignorância terrível. “Eu não pedi nada demais”, ressaltou.

O rapaz contou também que o médico prometeu ajudar com remédios, na fisioterapia e na questão dos dentes, mas nada disso aconteceu. ” Não teve questão política nenhuma, a conversa só estava entre eu e ele. Eu tenho algumas conversas gravadas aqui, depois da ignorância que ele teve comigo, mas eu não pedi nada demais, só a questão da fisioterapia e meus dentes, o resto eu me viro”, concluiu.