Inocentado de estupro, santoantoniense diz que quer reparação; ‘minha família sofreu muito’

O santoantoniense Welisson Sales Andrade, teve sua vida virada de ponta cabeça após ser acusado de estupro em abril de 2019. Em entrevista a Andaiá FM, o jovem contou toda a trajetória, da acusação até a absolvição da justiça pelo crime que não cometeu.

Segundo relatou, em 2019, o jovem convivia com uma mulher maritalmente e passado um tempo, sua enteada o acusou de ter cometido abuso sexual. Diante da grave acusação, Welisson chegou a ir preso e ficou detido por 1 ano e 5 meses. Com o resultado do laudo e todos os exames, ficou comprovado sua inocência.

“Hoje eu agradeço a todos que acreditaram na minha inocência”, disse em entrevista.

Welisson disse que iria entrar  com medidas de reparação contra o estado e abrir processo contra  a família acusadora em danos morais e por calúnia e difamação.

“Sou pai de três filhos, um homem trabalhador e vi minha familiar sofrendo e passando dificuldades por causa desse injusta acusação. Meus amigos acreditaram em mim e eu recebia a vista deles enquanto estive preso. Fui absolvido”, completa.