Em audiência com prefeito de SAJ, governador informa que problema não é respirador, mas falta de equipe para montar novos leitos de UTI

O prefeito de Santo Antônio de Jesus, Genival Deolino, participou nesta quarta (03) de uma audiência com o governador Rui Costa e outros prefeitos baianos para discutir estratégias e ações contra a pandemia de Covid-19.
No encontro, o prefeito transmitiu dados do município ao governador e solicitou ações mais efetivas para a gestão da crise sanitária na cidade, incluindo a solicitação de novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com viabilidade de implantação na Santa Casa de Misericórdia – Hospital Luiz Argolo. Em resposta, o governador do Estado disse que o problema não é a falta de respirador, mas equipe para montar. “Não que esteja sobrando respirador, o problema de abrir novos leitos de UTI chamar pessoal”, explicou.
A reunião contou com a presença dos prefeitos que integram o Consórcio de Saúde do Recôncavo. Juntos, os gestores buscam medidas para conter a pandemia e equipamentos de saúde para dar suporte às cidades da região.
O prefeito, Genival Deolino, se comprometeu a verificar equipe de plantão para montar as UTIs. Já o governador colocou o estado à disposição, por meio da Sesab, para equipar a unidade de saúde e cadastrar os leitos.
Leitos de UTI recém-adquiridos
Nos últimos dias, Santo Antônio de Jesus foi contemplado com mais sete leitos de UTI que funcionarão no Hospital Regional. Ao todo, com os que já operam na unidade, a população contará com 10 leitos para tratamento intensivo.
Com a possibilidade de novas aquisições, a expectativa é que os equipamentos possam reduzir o sufocamento do sistema de saúde local.
Com informações da Ascom