SAJ: após morte na feira livre, comerciantes cobram mais policiamento no local

Após registro de dois homicídios na feira livre, comerciantes locais cobram por mais policiamento na localidade. No início da tarde desta sexta-feira (09) um homem foi morto a tiros nas proximidades do Galpão de Vísceras.

Em entrevista ao repórter Antônio Carlos, da Andaiá FM, comerciantes demonstraram preocupação com a retomada das atividades consideradas não essenciais no entrono da feira. “Ficamos desesperados, já não sabemos mais o que fazer. Não temos segurança e o policiamento aqui é escasso e ficamos vulneráveis”, informaram.