Apesar de inconclusivo, novo laudo do corpo de Leandro Troesch aponta lesões para possível suicídio

Apesar de inconclusivo, novo laudo do corpo de Leandro Troesch aponta lesões para possível suicídio
Foto: reprodução/ redes sociais

De acordo com novas informações do advogado de Shirley da Silva Figueredo, o novo laudo apresentado por médicos legistas, feito no corpo do empresário Leandro Troesch, dono da Pousada Paraíso Perdido, aponta que as lesões encontradas na vítima são referentes a um possível suicídio, logo a possibilidade ainda não foi descartada.

No entanto, o novo laudo não inocentaria sua cliente, por essa ser uma decisão do magistrado e dos representantes do Ministério Público.

Segundo o Dr. Ever, Shirley será apresentada ao juízo da Vara de Execuções Penais, de lá será designada uma audiência que explicará sobre o fato de estar foragida, entre outros fatos.

Ele ainda afirmou, em entrevista a Tv Record, que a acusada de cometer o crime relatou “que estava extremamente abalada com a atitude de Leandro de tirar a própria vida, recebendo com muito medo e espanto a acusação de participação na morte do companheiro”.

Segundo informações do Bnews, há um documento que constata que Leandro teve prisão domiciliar decretada com prazo definido na época, para realizar o tratamento de um linfoma.