SAJ: Uberdan denuncia no MP gasto de R$ 380 mil reais com bandeirolas; Chico de Dega e secretaria Silvia Brito explicam divergências de valores em relação a 2019

SAJ: Uberdan denuncia no MP gasto de R$ 380 mil reais com bandeirolas; Chico de Dega e secretaria Silvia Brito explicam divergências de valores em relação a 2019
Foto: reprodução

 

Em entrevista com o repórter Itajaí, o vereador Uberdan Cardoso falou sobre o descredenciamento da empresa que foi contratada para ornamentação do São João de Santo Antônio de Jesus, mas que logo depois voltou a ser mais uma vez credenciada, apresentando valores discrepantes com do São João de 2019. O presidente da Câmara, Chico de Dega, e a secretária de Cultura do município, Silvia Brito, explicaram o motivo da diferença de valores após 3 anos do último São João.

“O primeiro ponto da nossa sessão hoje, eu pautei sobre a ornamentação do São João, porque há uma defasagem de 2019 pra cá”.

Uberdan Cardoso disse que há uma grande diferença nos valores da ornamentação do São João de 2019 para o que será realizado nesse ano de 2022, e devido a isso, ele denunciou a discrepância financeira ao Ministério Público.

“Uma discrepância de aproximadamente 100% do valor, ou seja, em 2019 foi gasto em torno de R$ 210 mil com bandeirolas e agora passou para R$ 380 mil reais. Então a empresa é descredenciada e 20 minutos depois foi credenciada novamente.”

O vereador disse que essa diferença de valor é “mais um abuso na cidade”.

“A sorte nossa é que as pessoas estão percebendo o que está acontecendo, problema sério na educação, problema sério na saúde e na infraestrutura do município”, finalizou Uberdan Cardoso.

Sobre o valor da ornamentação do São João de SAJ, o presidente da Câmara, Chico de Dega, explicou que a gestão atual realizou uma licitação em conjunto com diversos trabalhos civis e na gestão passada foi realizada em duas licitações.

“Tudo teve reajuste, só o plástico teve um aumento de 80%. Então não vejo disparo, foi uma licitação só e no passado foram duas licitações”, explicou Chico de Dega.

A Secretária de Cultura do município, Silvia Brito, também explicou que “foram 2 licitações em 2019 para as bandeirolas, 1 para montagem com postes e cabos de aço e desmontagem no valor de 175.830 e outra licitação para as bandeirolas no valor de 90.225,00, somando um valor final de 266.055,00.” Já para o São João de 2022 foi realizado uma “única licitação incluindo tudo: bandeirolas, montagem, postes, cabos de aço, manutenção durante todo o período junino e desmontagem no final dos festejos.”

Silvia Brito também enfatizou que ao longo de 3 anos houve aumento do material a ser utilizado.