Anvisa diz ter recebido dados de comitê internacional de segurança sobre os testes da CoronaVac

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta terça-feira (10) ter recebido dados do comitê internacional independente de segurança sobre os testes da CoronaVac.

“O documento encontra-se neste momento sob análise do grupo interno da Anvisa”, disse a agência em nota. Não há previsão de nova decisão sobre o andamento dos testes.

Mais cedo, o diretor-presidente da agência, Antonio Barra Torres, disse que a suspensão estava mantida até que todas as informações sobre a morte de um voluntário fossem apresentadas junto com a análise do caso por um comitê internacional independente de segurança.

A CoronaVac é desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac. O governo de São Paulo acordou a compra de 46 milhões de doses e a produção do imunizante pelo Instituto Butantan, que também coordena os testes no Brasil.

Os testes no Brasil foram suspensos na segunda-feira (9) pela Anvisa após o órgão ter sido notificado pelo Instituto Butantan de um “evento adverso”. O diretor-presidente da agência diz que a decisão foi “técnica” e baseada no fato de as informações repassadas pelo Instituto Butantan serem “insuficientes” e “incompletas”.

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou que “todos” os dados foram fornecidos à Anvisa e negou relação entre a morte e os testes.

“O efeito adverso grave (…) não tem relação com a vacina. Não podemos dar detalhes a vocês porque isso envolve sigilo. (…) O que eu afirmo a vocês é que esses dados estão todos nas mãos da Anvisa, estão todos fornecidos à Anvisa” – Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan.
Fonte: G1



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *