Dia Mundial da Diabetes: confira serviços gratuitos dedicados ao tratamento da doença

Foto: reprodução

Neste domingo (14) se comemora o Dia Mundial do Diabetes. A doença é causada pela produção insuficiente ou má absorção de insulina, hormônio que regula a glicose no sangue e garante energia para o organismo.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, existem atualmente, no Brasil, mais de 13 milhões de pessoas vivendo com a doença, o que representa 6,9% da população nacional.

Diante deste contexto, o iBahia resolveu compilar em um só lugar os principais serviços relacionados a doença. Confira abaixo:

  • Centro de Referência Estadual para Assistência ao Diabetes e Endocrinologia (CEDEBA)

O Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (CEDEBA) é uma unidade de referência estadual do SUS. Ela presta assistência especializada às pessoas com Diabetes, obesidade, disfunção tireoidiana e outras doenças hormonais.

A unidade oferece uma rede integrada na atenção ao paciente, com atenção multidisciplinar em áreas nas quais ocorrem complicações na evolução da doença – com serviços de Angiologia, Nefrologia, Ginecologia, Cardiologia, Oftalmologia, Urologia, Psiquiatria, Exames laboratoriais, Eletrocardiograma (ECG), Ultrassonografia, Doppler e Citologia de tireoide.

Na assistência ao usuário, o Centro promove grupos de educação tanto para pacientes, quanto para familiares, através de atividades e discussões sobre as patologias, além de fornecer medicamentos conforme Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) do Ministério da Saúde.

Horário de funcionamento: 7h às 19h, segunda à sexta-feira
Endereço: Av. ACM, s/nº, Centro de Atenção à Saúde Prof. Dr. José Maria de Magalhães Netto, Iguatemi, Salvador, BA
Telefone: (71) 3103-6001 / 6011
E-mail:
 [email protected]

  • Unidades Básicas de Saúde (UBS)

Para ter acesso às consultas e exames, o cidadão pode comparecer a qualquer uma das 156 unidades básicas de saúde da rede municipal de saúde, de segunda a sexta-feira (exceto feriados), sempre das 8h às 17h. É necessário ter em mãos o Cartão SUS vinculado ao município de Salvador e um documento de identidade com foto. Para os exames, é necessário também apresentar uma requisição preenchida por um médico.

Fonte: iBahia