Vídeo: grávida que matou marido alega legítima defesa e é aplaudida ao ser solta em Salvador

Vídeo: grávida que matou marido alega legítima defesa e é aplaudida ao ser solta em Salvador
Foto: reprodução

A acusada de matar o companheiro com uma facada em Tancredo Neves, na madrugada da segunda-feira (16), foi liberada depois da audiência de custódia. Identificada somente como Josicleia, ela está grávida de cinco meses e alegou que esfaqueou Lucas Santos de Souza em legítima defesa, depois de ser atacada por ele.

Na saída da acusada, ela foi recebida com palmas e gritos de “guerreira”, conforme vídeo exibido em reportagem da TV Aratu. Segundo a defesa, Josicleia era vítima de constantes agressões de Lucas, que no dia do crime teria chegado em casa embriagado e começou uma briga com a mulher, que tinha várias marcas pelo corpo.

“Ela já tinha registrado queixa e estava sofrendo violência doméstica diuturnamente”, afirmou à TV Aratu o advogado da grávida. “Ela está cheia de hematomas, está com a barriga chutada e diversas escoriações no corpo. Relaxou a prisão porque não tem crime, é um fato típico, não é jurídico e não é culpável. Ela agiu em legítima defesa”, acrescentou, dizendo que ela apanhava “todo final de semana”.

Josicleia prestou socorro a Lucas, que chegou a ser levado ao Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu aos ferimentos. Ela foi presa em flagrante, mas foi liberada em seguida na audiência, na terça-feira.

O corpo de Lucas foi enterrado ontem no Cemitério Quintas dos Lázaros. A investigação segue pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
*Correio