Fim das celulites? O que dizem os médicos sobre cremes para o bumbum

Imagem: Reprodução/Metrópole

Cremes para o derriére têm viralizado nas redes sociais graças ao apoio de diversas influenciadoras e celebridades. É o caso do Bumbum Cream. Rico em cafeína, pimenta e nicotinato de metila, esse hidratante, de origem brasileira, diz tratar a celulite, a foliculite e a flacidez da região logo a partir da primeira aplicação.
Essa marca amplamente difundida nas mídias sociais ainda ressalta, por meio de relatos publicados em área de grande destaque de seu site oficial, a eficácia do produto no combate às estrias. “A maioria das minhas estrias vermelhas [as mais recentes] sumiram”, diz uma adepta do creme, descrito como um BB Cream para o bumbum e vendido a R$ 147.
Mas, será que um hidratante de uso caseiro realmente é capaz de proporcionar todos esses benefícios?

Cremes para o bumbum realmente funcionam?

“Com os avanços da nanotecnologia, os hidratantes voltados para a região do bumbum passaram, sim, a trazer resultados satisfatórios, mas apenas para pacientes com celulite leve e associada à gordura localizada”, elucidada a biomédica Giulia Sotto Maior.
Até que ponto um hidratante de uso caseiro é capaz de minimizar celulites e reduzir medidas?

“Os cremes anticelulites e redutores de medidas por si só não combatem essas queixas, mas têm papel importante no tratamento delas”, revela a especialista em medicina de longevidade e emagrecimento da clínica Corporeum, Ana Magella.
Por isso, segundo a médica, esses hidratantes costumam ser prescritos para potencializar os resultados de procedimentos estéticos realizado em consultório, como o VelaShape, um dos mais potentes do mundo no tratamento da celulite.

Esse tipo de produto também atenua consideravelmente as estrias?

Ele ajuda mais a prevenir do que a tratar, de acordo com a expert em emagrecimento. “Óleos hidratantes e cremes em geral são ótimos para estimular a produção de colágeno e, consequentemente, evitar a formação das estrias”, afirma.

Ana aproveita para ressaltar a importância da prevenção e do tratamento precoce das estrias, uma vez que as linhas recentes são amenizadas com mais facilidade que as antigas, seja por meio de cremes, seja através de lasers.
No que prestar atenção antes de escolher o creme ideal?

“Os ativos principais são cafeína, retinol, extrato de gingko biloba e uma série de ativos botânicos, pois eles ajudam a quebrar gordura, funcionam como drenagem linfática, estimulam a microcirculação periférica, reduzem o edema e aceleram a produção de colágeno”, responde a médica.

Quais armadilhas um produto como esse pode trazer?

De acordo com Ana, o ideal é consultar a opinião de um especialista antes de começar a usar cremes para revitalizar o bumbum. “Hidratantes como esses podem gerar alterações desagradáveis na pele de alguns pacientes, entre elas, alergias, irritações, ressecamento, aumento da oleosidade e erupções de cravos e espinhas”, alerta.

O que de fato é preciso fazer para conquistar o bumbum dos sonhos?

Segundo o preparador físico Almyr Barros, sócio da Bodytech, não tem jeito. É preciso “muita malhação bem feita e boa alimentação” para conquistar, de maneira efetiva, o bumbum dos sonhos —inatingível para quem se concentra apenas em aplica creminhos.

Uma atividade excelente para quem deseja atingir essa meta é a ginástica localizada, modalidade que melhora a força, eleva a resistência, tonifica o corpo e é lecionada por Almyr há anos na unidade da Bodytech do Lago Sul, em Brasília.

Fonte: Metrópole