Hospital Geral Clériston Andrade 2, em Feira de Santana, tem selo de eficiência energética e biossegurança

O Hospital Geral Clériston Andrade 2 (HGCA 2), em Feira de Santana, que será inaugurado nos próximos dias, conta com selo de eficiência energética e biossegurança. O investimento no sistema de climatização e exaustão da unidade foi superior a R$ 3 milhões e foi implantado seguindo as rígidas normas da  ABNT NBR 16401 e NBR 7256, que estabelecem, entre outras coisas, a observação dos protocolos de Montreal e Kyoto, ao tratar da proteção da camada de ozônio e da redução do aquecimento global. Além disso, estabelecem exigências em relação à distribuição do ar, com atenção especial às áreas de isolamento e aos centros cirúrgicos a fim de evitar a disseminação de doenças infectocontagiosas.
Segundo o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, “a climatização e exaustão são mais do que um do que conforto para funcionários e pacientes, são uma medida de segurança adicional para a saúde de todos, já sendo uma regra em todas as unidades construídas na gestão do governador Rui Costa”, afirma o secretário.
Vilas-Boas explica ainda que o HGCA 2 foi projetado para atender à segunda maior cidade do estado, Feira de Santana, e absorver  a demanda dos municípios do entorno. “Neste primeiro momento, a unidade estará dedicada ao atendimento de pacientes graves com o diagnóstico de coronavírus. E o sistema de climatização e exaustão não utiliza refrigerantes do tipo CFC e HCFC, preservando assim a camada de ozônio, observando-se protocolos internacionais e as normas da ABNT”, detalha.

Outro destaque é a ausência de papel no trâmite de informações dos pacientes. A unidade é completamente informatizada, utilizando prontuários eletrônicos. Além de reduzir custos com aquisição de folhas, tinta e manutenção de impressoras, o prontuário eletrônico garante, ainda, agilidade no atendimento e maior segurança nos dados.

Foto: Divulgação/ Sesab / Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia