Polícia Civil detalha crime de Falso médico em hospital de Itapetinga

Foto: Reprodução

Na última terça-feira (23), policiais civis juntamente com o DPC Roberto Júnior, Coordenador Regional, diligenciaram até o Hospital Cristo Redentor em Itapetinga, para averiguar constantes denúncias anônimas de que um indivíduo que seria estudante de medicina estaria se passando como médico interno na UTI do mencionado hospital.

A equipe foi até a UTI constatando que um indivíduo de fato estava no interior do setor restrito aos profissionais da saúde, trajando um jaleco branco, comumente utilizados por médicos, com a inscrição “MEDICINA”.

Ele negou ser médico, afirmando ser estudante de medicina no Paraguai e que ali se encontrava exercendo uma função administrativa.

Os demais profissionais de saúde da UTI foram intimados para prestarem depoimento, porém ao serem questionados sobre a função dele, entraram em contradição, ora afirmando ser da função administrativa ora como estagiário de medicina, em que pese todos se referirem a ele como “DOUTOR”.

A Polícia Civil instaurou inquérito policial para apurar os fatos, pois informações dão conta que possíveis óbitos na UTI do referido hospital podem ter acontecido por imperícia desse indivíduo.

Na manhã de ontem, quarta-feira (25), o coordenador da Polícia Civil da cidade de Itapetinga, o delegado Roberto Júnior, concedeu uma entrevista bastante detalhada à Rádio Fascinação AM, sobre a atuação do falso médico.

O caso do falso médico na cidade de Itapetinga ganhou bastante repercussão, inclusive nacional.

Ainda segundo o delegado, as investigações são amplas e muitas outras coisas podem ser desencadeadas.

*Blog do Eddy