Corpo de idoso que teve casa soterrada em Amargosa permanece desaparecido; buscas serão retomadas nesta terça

Corpo de idoso que teve casa soterrada em Amargosa permanece desaparecido
Buscas por idoso que teve casa soterrada foram retomadas em Amargosa, interior da Bahia — Foto: Muller Nunes/TV Bahia

O corpo do idoso, Gildásio Ribeiro de 89 anos, continua desaparecido, após três dias de busca. A casa em que  Gildásio estava com sua família foi soterrada em um deslizamento de um barranco na localidade de Ribeirão dos Caldeirões, zona rural de Amargosa.

Elita Pereira, de 80, e pai de Eliana Pereira, de 40, que foram encontradas mortas no domingo (12).

Segundo a Prefeitura de Amargosa, as buscas foram encerrada no final da tarde e equipes da Guarda Municipal e do Corpo de Bombeiros retomarão as atividades na terça-feira (14).

Os corpos de Elita e Eliana foram removidos com o auxílio de agentes da Guarda Civil Municipal, além de servidores da Secretaria de Infraestrutura, e levados para o DPT em Santo Antônio de Jesus.

No último sábado, o prefeito decretou situação de emergência em Amargosa. Júlio Pinheiro disse que diversas comunidades da zona rural estão ilhadas, com estradas danificadas.