EXCLUSIVO CASO PARAÍSO PERDIDO: “Ele tinha um tumor, ia voltar para a cadeia”, diz Maqueila sobre Léo Troesch

EXCLUSIVO CASO PARAÍSO PERDIDO: "Ele tinha um tumor, ia voltar para a cadeia", diz Maqueila sobre Léo Troesch
Foto: Blog do Valente

O Blog do Valente conversou com exclusividade com Maqueila Santos Bastos que teve prisão temporária decretada no dia 24 de Março no estado de Sergipe, por suspeita de está envolvida no caso da morte do empresário Leandro Troesch, um dos proprietários da Pousada Paraíso Perdido que fica em Jaguaripe.

Hoje, 22/04, Maqueila foi liberada da delegacia em Aracaju – veja aqui. Maqueila disse que acredita totalmente na inocência de Shirley e que Léo tinha motivos para atentar contra a própria vida.

“Acredito plenamente na inocência de Shirley. Eles eram parceiros, eram amigos, eram sócios, eram marido e mulher. Ele tinha vários motivos para fazer isso porque tinha um tumor, ia voltar para a cadeia. Estava com tornozeleira. Ela própria tentou se matar, o advogado me contou,  então não tinha motivo nenhum disso acontecer, e sim ele tinha motivo para fazer isso por tudo que estava passando”, disse