TikTok pode deixar de operar nos EUA em breve

Foto: Dado Ruvic / REUTERS

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou uma medida que exige que a empresa controladora da rede social TikTok venda a plataforma, sob pena de banimento do país. O texto foi aprovado no último sábado (20) por 360 votos a 58.

Agora, a medida segue para o Senado Federal, que deve votar já nesta terça-feira (23), conforme o jornal The New York Times. O presidente Joe Biden manifestou apoio ao projeto e afirmou que assinaria a lei.

Em comunicado, o TikTok lamentou a decisão da Câmara e afirmou que a medida “violaria os direitos de liberdade de expressão de 170 milhões de americanos”. “É lamentável que a Câmara dos Deputados esteja utilizando um tema importante como assistência externa e humanitária para mais uma vez aprovar uma legislação que violaria os direitos de liberdade de expressão de 170 milhões de americanos”, concluiu a nota.

A ideia de banir a plataforma remonta ao governo de Donald Trump, que alegava que a ByteDance, empresa-mãe do TikTok, representava um risco para a segurança nacional, pois a China poderia explorar a empresa para obter dados de usuários americanos. O TikTok, por sua vez, sempre negou tais acusações.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia