Casal de noivos receberá R$ 74 mil do SBT por ter festa de casamento cancelada

Casal de noivos receberá R$ 74 mil do SBT por ter festa de casamento cancelada
                                          Foto: Reprodução/Pixapay

 

O casal de noivos T.P. e S.S se inscreveram, em 2016 para participar do reality show “Fábrica de Casamentos” e foram selecionados pela produção do SBT. Uma equipe de especialistas tinha a missão de preparar uma festa de casamento no prazo de sete dias. Tudo pago pelo programa.

Porém a produção do reality entrou em contato com o casal faltando apenas 24 dias para a realização da cerimônia avisando do cancelamento do evento alegando problemas “com o cronograma”, e, segundo o casal, passou a não atender mais suas ligações.

O casamento foi marcado para 14 de dezembro e os noivos convidaram cerca de 100 pessoas para o evento. Alguns convidados já estavam começando a chegar, incluindo o pai do noivo que mora na Espanha e comprou passagens aéreas para vir com a mulher ao Brasil.

Segundo UOL, T.P. e S.S. ainda procuraram o buffet no qual ocorreria a gravação do programa a fim de tentar manter o evento, assumindo os custos, mas desistiram quando descobriram o preço. “Iniciou-se, então, o calvário e a vergonha de ter de desmarcar tudo”, disse a defesa do casal à Justiça.

O sonho do “casamento perfeito” bancado pela produção do programa tinha ido por água abaixo e além da vergonha o casal precisou explicar a filha de 8 anos que o evento não iria mais acontecer. Os advogados da noiva alegaram ainda que ela passou a ter crises de ansiedade.

Segundo relatos do processo, o casal casou-se no civil em 2018, mas por vergonha não fez festa nem avisou aos amigos sobre o enlace.

Na defesa apresentada à Justiça, o SBT afirmou que o evento era uma “doação”, que teve de ser “abortada por inúmeros motivos”, e não uma relação de consumo na qual o casal adquiriu e pagou por um serviço. “O desfazimento da promessa de doação não pode ser considerado um ato ilícito, tampouco ensejar uma indenização”, afirmou. “A Justiça não pode obrigar a emissora a fazer uma doação sob vara.”

O juiz Rodrigo de Castro Carvalho foi conta as argumentações da emissora de Silvio Santos e afirmou: “A partir do momento que se propuseram a realizar uma festa de casamento, que é fato notório se tratar de um ritual solene com a presença de convidados e realização de um sonho do casal, assumiram a obrigação.”

O casal deve receber R$ 74 mil em indenização, sendo esse valor repartido entre o SBT e a produtora do reality, Formata Produções e Conteúdo. Sendo, R$ 49 mil dos custos de uma festa no mesmo local em que o programa seria gravado e R$ 25 mil a título de indenização por danos morais. O valor ainda será acrescido de juros e correção monetária.

O caso ainda cabe recurso da emissora e produtora.