Jogadores são punidos por cometer infrações durante BAVI na final do Campeonato Baiano

TJD-BA decidiu a suspensão para 6 rubro-negros e 2 tricolores, além de multas

Foto: Victor Ferreira / EC Vitória

O Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol da Bahia (TJD-BA) julgou, na tarde desta terça-feira, as infrações cometidas no clássico entre Bahia e Vitória que decidiu o título estadual. O Vitória foi campeão após empatar por 1 a 1 com o Bahia, na Arena Fonte Nova. Biel, atacante do Esquadrão, recebeu a maior pena, sendo suspenso por quatro jogos por reclamar da arbitragem. Todas as punições devem ser cumpridas no Baianão 2025.

Os rubro-negros Wagner Leonardo, Alerrandro e Iury Castilho, do Vitória, foram condenados a três partidas de suspensão por comemorarem o título estadual em frente à torcida do Tricolor.

Matheusinho, Daniel Jr. e Rodrigo Andrade, do Vitória, receberam suspensão de dois jogos pela mesma razão. A advogada do Leão, Pâmella Saleão, informou que o clube vai recorrer da decisão.

Eu, na defesa do Vitória, discordo veementemente, inclusive o voto divergente sugere uma interpretação diferente dos fatos, uma vez que o estádio contava com torcida única e era um momento de manifestação de alegria ante o título que há anos o Vitória não recebia. Lembrando que o voto divergente apenas advertia todos os atletas – detalhou a advogada.

O Bahia foi condenado a pagar R$ 4 mil no julgamento desta terça-feira devido ao arremesso de objetos no campo realizado pela torcida tricolor. Biel também foi multado no mesmo valor e suspenso por quatro jogos por reclamar da arbitragem após o apito final.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia