Ator Flávio Migliaccio é encontrado morto em sítio em Rio Bonito

O ator paulista Flávio Migliaccio, 85 anos, foi encontrado morto na manhã de hoje no sítio que mantinha desde a década de 1970, na Serra do Sambê, em Rio Bonito. O ator ficou muito conhecido com o seriado infantil “Shazan, xerife & cia”ao lado de Paulo José.  Migliaccio deixou uma carta para os familiares.

O corpo de Flávio foi encontrado pelo caseiro, Nelson Soares da Silva, no quarto do ator, agora pela manhã. O boletim de ocorrência foi feito pela quarta companhia do 35 BPM. Agora, a perícia de Araruama vai ao local para liberar o corpo.

A última participação do ator na TV foi em 2019 na novela “Órfãos da terra”, no papel de Mamede Aud. Ele também participou do filme “Hebe”, sobre a apresentadora Hebe Camargo, ao lado de Andrea Beltrão. Flávio avisou para a afilhada, Morgana, que iria para Rio Bonito, na semana passada. Migliaccio era muito querido no município e participava ativamente da vida cultural e política da cidade.

Flávio tinha 17 irmãos. Entre eles, a atriz Dirce Migliaccio (1933-2009), que ficou muito conhecida como a Judiceia Cajazeira, de “O Bem-Amado”, e como a Emília, de “Sítio do Pica-Pau Amarelo”.  O ator começou a carreira profissional no Teatro Arena (antes, trabalhou como balconista e como mecânico). O primeiro papel de Flávio no teatro foi o de um cadáver em “Julgue você”. O ator participou de novelas importantes para a história da TV brasileira como  “Corrida do ouro”(1974), “O casarão” (1976), “O astro”( 1977), “Pai Herói” ( 1979), além de programas de humor, como “Viva o gordo” e “Chico Anysio show”.

Flávio deixa um filho, o jornalista Marcelo Migliaccio.