Anitta explica influência da música baiana em novo hit e divulga vídeos de pagode da Bahia; assista

Se engana quem pensa que a relação de Anitta com a Bahia se limita às suas participações no Carnaval de Salvador. A cantora está muito mais ligada com a baianidade do que se pode imaginar. Prova disso é o novo hit “Me Gusta”, que além de ter o clipe gravado na capital baiana, contou com referências da música local, a começar pela produção do grupo Attooxxa.

Mas, além disso, o clipe contou com participações de personalidades baianas, a exemplo de Leo Kret e da banda Didá, grupo de percussão composto apenas por mulheres e historicamente conhecido. E Anitta fez questão de deixar a referência baiana bem clara.

Em um vídeo compartilhado em seu perfil oficial do Instagram, com legenda publicada toda em inglês, a cantora apresenta ao mundo o funk, o pagodão e o arrocha. Foram os gêneros citados por ela para explicar as imagens que une vídeos dos bailes funks do Rio de Janeiro, do Carnaval de Salvador, e até momentos que viralizaram do pagode baianao.

“Olá, mundo … esses são os dois ritmos que colocamos juntos na minha nova faixa com @iamcardib e @myketowers “Me Gusta”. Bem vindo ao meu país.

Para quem está começando a curtir a música brasileira – #MeGusta tem uma mistura de gêneros diferentes, de diferentes áreas do Brasil: Baile Funk e Pagodão + Arrocha.

O Baile Funk vem das favelas do Rio de Janeiro, e é derivado do Miami Bass. Hoje, é o equivalente brasileiro do hip hop, ou reggaeton: é o nosso maior gênero que consiste em MCs fazendo rap sobre batidas. É o que eu cresci cantando, e o gênero está em constante evolução. No meu catálogo, você encontrará muitas variações dele: Funk 150bpm, Funk Melody, Funk Rave, etc.

Pagodão e Arrocha vêm de Salvador. Atualmente, 80% da cidade é afrodescendente. A cidade manteve diversas práticas culturais trazidas da África na religião, na comida e principalmente na música: é repleta de percussões e ritmos únicos que você não encontrará em nenhum outro lugar do mundo. Sugiro que todos pesquisem a música de Salvador: ela está repleta de belos ritmos afro-brasileiros como o samba reggae, o axé, só para citar alguns.

É uma honra poder apresentar internacionalmente essas duas culturas diferentes na mesma música”.

BNews

View this post on Instagram

Hi world…. these are the both rhythms we put together on my new track with @iamcardib and @myketowers "Me Gusta". Welcome to my country. For those of you just catching into Brazilian music – #MeGusta has a mixture different genres, from different areas of Brasil: Baile Funk and Pagodão + Arrocha. Baile Funk comes from Rio de Janeiro's favelas, and is derived from Miami Bass. Today, it's Brazil's equivalent of a hip hop, or reggaeton: it's our biggest genre consisting of MCs rapping over beats. It's what I grew up singing, and the genre is constantly evolving. In my catalogue, you'll find many variations of it: Funk 150bpm, Funk Melody, Funk Rave, etc. Pagodão and Arrocha come from Salvador. Currently, 80% of the city is of African descent. The city maintained various cultural practices brought from Africa in their religion, food, and especially in its music: it's filled with percussions and unique rhythms you won't find anywhere else in the world. I suggest everyone researches into the music of Salvador: it's filled with beautiful afro-brazilian rhythms such as samba reggae, axé, to name a few. It's an honour to be able to showcase internationally these two different cultures in the same song. Video: @lucasraion Music Mashup: @rafadiasdays

A post shared by Anitta 🎤 (@anitta) on