Ícone da moda, estilista francês Pierre Cardin morre aos 98 anos

O estilista francês Pierre Cardin morreu aos 98 anos nesta terça-feira (29). Cardin nasceu em 2 de julho de 1922 em Veneza, na Itália. Seus pais, agricultores italianos, migraram para a França para fugir do fascismo. O estilista se naturalizou francês. A causa da morte não foi divulgada.

Começou a trabalhar com moda e costura aos 14 anos, como alfaiate na cidade de Saint-Etienne. Em 1944, ingressou na casa Paquin, em Paris, da renomada estilista Jeanne Paquin. Ali, foi responsável pela criação dos figurinos do filme “A bela e a fera” (1946).

Em 1947, se tornou o primeiro funcionário de Christian Dior e colaborou com a criação do tailleur Bar, uma das peças mais famosas de Dior.

Cardin fundou o próprio ateliê em 1950, com um estilo revolucionário nas formas (esculturais e abstratas) e no tecido, com peças feitas de vinil e peles falsas.

Disposto a democratizar o acesso à moda, foi o primeiro estilista a oferecer peças para uma loja de departamento, nos anos 1960.

O estilista vestiu diversas personalidades das artes e do cinema, como a atriz Jeanne Moreau, com quem formou um casal por quatro anos, passando pela também atriz Charlotte Rampling à bailarina Maya Plisetskaya.

Apesar da sede na França, sua grife se tornou muito popular na Ásia e nos Estados Unidos. Além da moda, Cardin tinha negócios de hotelaria, perfumaria e restaurantes.

*Correio