Thiaguinho acusa ex-empresário de golpe e relata prejuízo de R$ 9 milhões

Thiaguinho acusa ex-empresário de golpe e relata prejuízo de R$ 9 milhões
Foto: Divulgação/Assessoria

O cantor Thiaguinho registrou uma queixa contra seu ex-empresário, Bruno Azevedo, a quem atribui a responsabilidade por prejuízo de R$ 9 milhões e acusa dos crimes de estelionato e lavagem de dinheiro.

De acordo com informações da coluna de Guilherme Amado, no portal Metrópoles, no boletim de ocorrência feito na Delegacia de Defraudações do Rio de Janeiro, em 13 de dezembro, o artista afirmou que Azevedo transferiu o dinheiro indevidamente a si mesmo, entre os anos de 2016 e 2021.

Thiaguinho afirma que o ex-empresário recebia o salário mensal de R$ 31.250, acrescido de uma quantia variável, de acordo com os trabalho do cantor. O músico disse ainda que Bruno administrava duas de suas empresas, a Paz & Bem e Thiago e a Híbrido, tendo direito na participação de lucros.

A queixa ocorreu depois que o cantor desconfiou do comportamento de empresário, que passou a comprar bens caros como um avião de R$ 29 milhões e carros, ítens que não condiziam com sua renda legal.

Em relato à polícia, Thiaguinho afirmou ter verificado movimentações financeiras sucessivas e atípicas nas contas da Paz & Bem e Thiago, supostamente destinadas a aplicações financeiras. Além disso, ele percebeu que houve aplicações denominadas “TH Ativa”, aparentemente feitas por meio da Híbrido. Estas movimentações, segundo estimativa do artista, somam a cifra de R$ 9.318.469,19.

À coluna, o advogado Ary Bergher afirmou que um grupo de contabilidade está levantando os rendimentos de seu cliente para comprovar a legalidade dos lucros à Polícia Civil. Ele alegou ainda que o músico está usando o Estado para pressionar Bruno Azevedo, que planeja entrar na Justiça contra Thiaguinho por denunciação caluniosa.

Fonte: Bahia.ba