Desembargador nega pedido de Lula para desmarcar julgamento no caso do sítio

eprodução: Facebook/ Arquivo Pessoal

O desembargador João Pedro Gebran Neto, do TRF-4, negou um pedido da defesa do ex-presidente Lula para desmarcar o julgamento, na próxima quarta-feira (30), que pode anular a condenação no caso do sítio de Atibaia.

O objetivo dos advogados de Lula era que outros pedidos que buscam anular fases anteriores do processo fossem julgados pelo tribunal antes desse.

Na sessão de quarta, os desembargadores vão analisar somente a condenação. Se a mesma for anulada, o processo volta à fase de alegações finais, de modo a que Lula possa dar a última palavra.

*Bahia.Ba