Alta ocupação de leitos em Salvador alerta para risco de colapso do sistema de saúde

Alta ocupação de leitos em Salvador alerta para risco de colapso do sistema de saúde
Foto: Paula Fróes/GOVBA

Parte dos hospitais de Salvador começaram esta quinta-feira (18) se aproximando da ocupação total de leitos. O hospital de Campanha do Itaigara, unidade exclusiva Covid-19, está com ocupação de 100% nos leitos clínicos e 98% nos de UTI.

No Santa Clara, outra unidade exclusiva Covid-19 da capital, o índice de leitos clínicos ocupados é de 68%, mas as UTIs estão em 95%.

Desde ontem o Hospital do Subúrbio está com todas as vagas ocupadas, tanto de enfermaria quanto de tratamento intensivo , e a situação se mantém nessa quinta.

O Hospital Municipal de Salvador tem 95% das vagas de enfermaria com pacientes, 86% das de UTI pediátrica estão ocupadas e 85% das vagas de tratamento intensivo adulto.

O cenário já era previsto pela gestão de Salvador e se repete no Hospital Sagrada Família, onde a taxa é de 95% nos leitos clínicos e 93% nos de UTI.

No Instituto Couto Maia, unidade referência no tratamento de doenças infeccicosas, 90% das vagas clínicas estão sendo usadas e 81% das de UTI. No Espanhol, unidade de campanha do governo estadual, 84% dos leitos de enfermaria estão preenchidos e 60% dos de UTI.

O índice ocupação em Salvador começou o dia em 78%. Em toda a Bahia o último boletim da Secretaria da Saúde (Sesab) indicava o índice em 75% em relação as vagas de UTI e 68% no total de leitos.

Fonte: BN