Vídeo: Mulher é agredida em abordagem policial e PM do Amapá diz que caso é ‘fato isolado’

Uma mulher negra, a pedagoga Eliane Espírito Santo da Silva, de 39 anos, levou um soco no rosto durante abordagem policial em Macapá (AP). O caso ocorreu na sexta (18) e a agressão foi registrada em vídeo pelo filho dela. A Polícia Militar (PM) do Amapá informou que vai apurar o caso, que classificou como um “fato isolado”. Ainda segundo a corporação, os agentes foram afastados das funções.

O vídeo foi feito pelo filho da pedagoga e repercutiu nas redes sociais. De acordo com Eliane, ela estava no carro de um amigo da família, na frente de casa, quando houve a abordagem. No veículo estavam ela, o marido, dois amigos, um adolescente de 15 anos, e uma sobrinha de 4 anos. Três policiais iniciaram a revista nos homens, enquanto mandaram ela ir para o outro lado da rua.

Eliane começou a gravar um vídeo usando o próprio telefone, que foi apreendido pela equipe. O vídeo mostra que ela levou um soco no rosto, resistiu, mas foi imobilizada e algemada. Ela foi detida e apresentada no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do bairro Pacoval por resistência, desacato e desobediência.

Em nota publicada nas redes sociais, o governador do Amapá, Waldez Góes, afirmou que as imagens “envergonham as forças de segurança e o Estado do Amapá”.