Anvisa recebe novo pedido de uso emergencial para a vacina Sputnik V

Foto : lejandra De Lucca V. / Minsal

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu hoje (26) um novo pedido do laboratório União Química – que representa, no Brasil, o Fundo Russo desenvolvedor do imunizante – para o uso emergencial para a vacina Sputnik V. O pedido anterior será cancelado, em decorrência da ausência de documentos necessários para a aprovação.

A agência tem até sete dias para a conclusão da análise do pedido. “A análise é feita por uma equipe multidisciplinar, envolve especialistas das áreas de registro, monitoramento e inspeção”, disse a agência em nota.

Até o momento, o país tem usado apenas duas vacinas contra Covid-19, a CoronaVac, produzida em parceira com o Instituto Butantan, e a AstraZeneca/Oxford.

 

*M1