Covid-19: Brasil completa quatro semanas sem alta na média móvel de mortes

Os dados divulgados pelo Ministério da Saúde neste sábado, 23, indicam 318 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas. No levantamento feito por VEJA, o país apresentou, neste sábado, média móvel de 329,3 casos, com queda de 25,79% no índice em comparação com os números computados há duas semanas.

De acordo com infectologistas, o ponto de inflexão para que se altere a tendência da pandemia está fixado em 15%, abaixo disso é considerada a queda. Desta maneira, o Brasil completa quatro semanas sem registrar alta no índice — além de atingir 17 dias em declínio.

A média móvel deste sábado, 23, é, ainda, a menor para um sábado desde 25 abril de 2020, no segundo mês da pandemia no país, quando eram computadas 328,4 vítimas fatais na média. A melhora atual nos números deve-se, sobretudo, ao avanço na campanha de vacinação: mais de 109 milhões de brasileiros estão totalmente imunizados.

Na média móvel de casos, o cenário no Brasil também é de queda. Com índice de 12119 novos diagnósticos neste sábado, há queda de 21,5% no comparativo com duas semanas atrás.

O cálculo da média móvel feito por VEJA consiste em somar todos os registros dos últimos sete dias e dividir o total por sete. Assim, é possível ter uma visão ampla do atual momento da pandemia.

Nas últimas 24 horas, o Brasil registrou 11.716 novos diagnósticos positivos e 318 novos óbitos por Covid-19. Em toda a pandemia, são 21.723.559 contaminados pelo vírus e 605.457 vítimas fatais em todo o território nacional.

Os gráficos abaixo mostram a evolução diária da média móvel no Brasil, nas cinco regiões geográficas, nos 26 estados da Federação (mais o Distrito Federal) e nas 27 capitais.