Câmara aprova projeto que associa apostas esportivas com cassinos online

Foto: Lula Marques/agência brasil

 

Nesta sexta-feira (22), a Câmara aprovou o projeto de lei que regulamenta a tributação das apostas esportivas. A proposta ainda prevê a taxação dos jogos e apostas online como cassinos virtuais, que havia sido retirada pelos senadores, mas foi retomada pelo relator na Câmara, deputado Adolfo Viana (PSDB-BA).

Foram 292 votos a favor, 114 contrários e uma abstenção. A proposta agora segue para sanção do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

A bancada evangélica tentou, inicialmente, excluir a tributação dos cassinos virtuais, mas não obteve êxito. De acordo com o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), os religiosos se mostraram “totalmente contrários” à regulamentação dos jogos online, devido a uma questão moral e ideológica, segundo deputados da bancada.

A frente parlamentar trabalhou em conjunto com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para adiar a análise do texto para o próximo ano.

“Não podemos, no afã de achar que vai se arrecadar impostos, legalizar a mazela social da desgraça de jogos de azar no País”, disse, no plenário, o deputado evangélico Sóstenes Cavalcante (PL-RJ). “O que está em jogo a partir de agora é o pão na mesa do pobre, da viúva, dos pensionistas e dos aposentados, que não podem ficar viciados”.

 

 

Com informações do site Correios.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia