Após pressão, Petrobras reajusta preço da gasolina em 2,8%

                     Foto: Marcelo Brandt/G1

 

Depois de mais de 50 dias, a Petrobras anunciou nesta segunda-feira (18) um reajuste de 2,8% no preço da gasolina nas refinarias. Já o diesel sofreu reajuste de 1,2% nesta segunda.

A estatal estava sendo pressionada a ajustar o valor do combustível por causa da elevação dos preços internacionais da gasolina.

“Com o avanço do câmbio e preços da commodity, o custo do produto teve alta 4,4%. Apesar da expectativa de atualização nos preços domésticos ainda na última sexta-feira, estes foram mantidos”, disse a Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), em nota, apontando ainda “ajuste necessário da ordem de R$ 0,10 por litro”.

O último reajuste da gasolina havia ocorrido em 27 de setembro.

Em nota, a Petrobras informou que sua política de preços para a gasolina e o diesel segue os princípios da paridade de importação. A empresa ressaltou, no entanto, que “o preço de paridade de importação não é um valor absoluto, único e percebido da mesma maneira por todos os agentes”.

*Bahia.Ba