Dólar tem maior alta mensal desde março; Ibovespa tem queda

O dólar fechou em alta de mais de 1% ante o real na última sessão de agosto, mês de intensa pressão no câmbio devido a incertezas políticas e fiscais que mantiveram o real como a moeda relevante mais volátil do mundo. O Ibovespa, índice de referência da bolsa brasileira, a B3, fechou em queda nesta segunda-feira (31) em queda.

O dólar subiu 1,20% nesta segunda-feira (31), cotado a R$ 5,4807, depois de cair 2,93% na sexta-feira (28), maior desvalorização diária desde o começo de junho, segundo a Agência Brasil.

Em agosto, o dólar subiu 5,02% – maior alta mensal desde os 15,92% de março passado. Em 2020, a moeda acumula alta de 36,58%.

A B3 caiu 2,09%, a 100.006,95 pontos, encerrando agosto com declínio acumulado de 2,82%, primeira perda mensal desde março, conforme dados preliminares, que mostravam um giro financeiro de R$ 21,7 bilhões na sessão.

Fonte: BN